O Réveillon de 2016 vai ser frio mas sem chuva


Como já era de prever em mais um inverno rigoroso, o final do ano, em Portugal continental, vai ser frio, mas sem ocorrência de chuva. Pelo menos são estas as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera, que recomenda o uso de agasalhos.

A última noite do ano ficará marcada por dezenas de réveillons de Norte a Sul do País com a realização de espetáculos pirotécnicos, concertos e muita animação. Nas localidades mais concorridas nesta altura do ano, as temperaturas minímas não vão chegar aos dez graus: no Porto a mínima prevista é de seis graus, em Lisboa sete, e na Serra da Estrela três.

Para os milhares que irão festejar o Fim de Ano nas ilhas as temperaturas já são bem mais agradáveis. No arquipélago da Madeira há a indicação de mínima de 19 graus, no Funchal, e de 17 em Porto Santo, mas, em contrapartida, aqui, está prevista chuva para ambas. Nos Açores a previsão é também de chuva, com 13 graus de mínima em Angra do Heroísmo e de 12 em Ponta Delgada. A temperatura da água do mar será de 15 graus no Porto, 17 em Cascais e de 18 na Costa Sul do Algarve.

Faro será a capital de distrito com a temperatura mais amena, sendo esperados para a tarde do último dia do ano 18 graus. Em sentido inverso encontram-se as cidade de Bragança e Guarda, onde as máximas não irão além dos oito graus. Às primeiras horas da madrugada do dia 1 de janeiro, o frio será mais intenso também no Norte e Centro. Bragança será a cidade mais fria, com um grau negativo. Guarda e Braga esperam zero graus de temperatura mínima. Em Faro são esperados, por sua vez, dez graus.

Related posts

Leave a comment