Portugal é cada vez mais uma potência do surf mundial


Com o Nazaré Challenge (WSL Big Wave Tour – BWT), este ano pela primeira vez no nosso país, e com outros eventos desta prática desportiva, como o WSL Azores Pro, Cascais Billabong Pro e Meo Rip Curl Pro Portugal, Portugal é, a par com a Austrália, o único país do mundo que acolhe todas as competições que integram o leque do surf competitivo internacional. Reforça-se, assim, a ideia de que o Turismo de Portugal continua a comprometer-se em consolidar Portugal como um destino de surf premium, sendo o melhor destino de surf da Europa e um dos melhores do mundo.

Desde 2008 que Portugal tem sido um dos principais destinos de eventos da WSL. Este ano, já acolheu, pelo menos, sete eventos oficiais, com diferentes tipos de graduações, desde provas de qualificação mundiais, à etapa do circuito mundial, marcando também presença no top 3 do ranking mundial de investimento em Prize Money em Provas da World surf League. Estima-se, ainda, que a indústria do surf gere 400 milhões de euros.

Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, revelou, esta semana,  que “o eixo estratégico como é considerado o mar, a costa e as ondas em Portugal, tem sido um dos motores para o desenvolvimento do surf em Portugal, sobretudo fora da época alta”, acrescentando, no entanto, que “embora os resultados sejam extremamente positivos existe ainda muito trabalho para fazer”.

 

Related posts

Leave a comment